Meu perfil

Desconectar

Facebook
Instagram
Twitter
Youtube
Whatsapp

Meu perfil

Desconectar

FUNDADO EM 1894 E ONLINE DESDE 1996

Polícia

Bandido 'Xeque-Mate' vai a velório de membro de facção e é preso com moto adulterada em São Vicente

José Alcântara, de 26 anos, vestia camisa com foto de homem que morreu em tiroteio em ação policial na cidade

ATribuna.com.br

28 de janeiro de 2024 às 06:54
José Wilson do Nascimento Alcântara, o Xeque-mate, vestia uma camiseta em homenagem a integrante de facção morto, e guiava moto adulterada

José Wilson do Nascimento Alcântara, o Xeque-mate, vestia uma camiseta em homenagem a integrante de facção morto, e guiava moto adulterada ( Foto: Divulgação/Polícia Civil )

Um homem conhecido como Xeque-mate, de 26 anos, foi prestar suas últimas homenagens a um integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC), morto em ação policial, que estava sendo velado no Cemitério Municipal de São Vicente, no Litoral de São Paulo, na manhã de sexta-feira (26), e acabou sendo preso.

Ele seguia de moto pela Rua Frei Gaspar, no Parque São Vicente, quando foi abordado por policiais militares que constataram que o veículo em sua posse estava adulterado. Ele por detido por recepção e adulteração.

José Wilson do Nascimento Alcântara chamou a atenção de policiais que patrulhavam o Bairro Parque São Vicente porque vestia uma camiseta em homenagem a um dos integrantes de uma facção criminosa que foi morto em tiroteio com a Polícia Militar, na quarta-feira (24), no Dique do Piçarro, na Cidade Náutica, cujo corpo estava sendo velado no Cemitério Municipal de São Vicente, no Parque Bitaru.

Segundo apurado por A Tribuna, Xeque-mate foi abordado por policiais às 11h30, na esquina da Rua Frei Gaspar com a Rua Guarany, no Parque São Vicente, que constaram inconsistências nos dados da motocicleta. Na primeira pesquisa, foi levantado que a placa era do município de Orlândia, no interior do Estado, porém, ao consultarem os chassis verificaram os dados de uma Honda Biz 125 de Cubatão, que havia sido furtada em São Vicente no último dia 21 janeiro.

Via Copom, os policiais entraram em contato com a proprietária da motocicleta com o emplacamento original, que estava estacionado em sua casa. Após todos os esclarecimentos, o veículo foi apreendido e Xeque-mate foi conduzido ao 2º Distrito Policial de São Vicente, onde o caso foi registrado. O suspeito foi indiciado por receptação e adulteração de sinais identificadores de veículo. Ele foi conduzido à delegacia sem algemas.

A ronda policial

A Polícia Militar destacou uma equipe para patrulhar as imediações do cemitério onde estava sendo velado o corpo de Caio Eduardo Viana Santos, que pertencia à facção Primeiro Comando da Capital (PCC), devido à quantidade de criminosos na região. Caio e mais dois homens morreram durante um tiroteio em operação da Polícia Militar, na comunidade do Dique do Piçarro, no bairro Cidade Náutica. O objetivo da ação era combater o tráfico de drogas.

Assuntos relacionados